01 Item

R$0,00
Envie sua receita
Lista de receitas

Vamos precisar que você preencha os campos abaixo e envie uma foto da sua receita.

Informações sobre o Médico

Dados da Receita

Informações sobre o Paciente

Não há receitas anexadas

Estas são as opções disponíveis para a sua compra.

Como este é um medicamento controlado, é necessário que você esteja de acordo com as informações abaixo.

Retire na loja

Retire na loja

Deseja retirar o medicamento na Drogasil mais próxima de você?

Lembre-se de levar a receita original para que seja verificada e retida por nossos(as) farmacêuticos(as)!

Receba em casa

Receba em casa

Informe o seu CEP para confirmar se realizamos a entrega no seu endereço.

Antes de concluir a compra, vamos pedir que você envie uma foto da sua receita.

Hemifumarato de Bisoprolol 5,0mg 30 comprimidos Merck Genérico

Vendido e entregue por Drogasil
  • Merck
  • 30 Comprimidos
  • Hemifumarato de Bisoprolol

Tratamento da hipertensão., da doença cardíaca coronariana e de insuficiência cardíaca crônica estável com função ventricular sistólica esquerda reduzida.

HEMIFUMARATO DE BISOPROLOL 5,0MG É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS. EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO.

Venda sob prescrição médica. Medicamento Genérico – Lei N.º 9.787/99.

+ detalhes
Imagem do Produto

Calcular frete

Descrição do Produto

Para que serve o Hemifumarato de Bisoprolol?

  • Tratamento da hipertensão. 
  • Tratamento da doença cardíaca coronariana (angina pectoris). 
  • Tratamento de insuficiência cardíaca crônica estável com função ventricular sistólica esquerda reduzida, em adição a inibidores da ECA, diuréticos e, opcionalmente, glicosídeos cardíacos. 

Como usar o Hemifumarato de Bisoprolol?

Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, com algum líquido, pela manhã, antes, durante ou após o café da manhã.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

Tratamento de hipertensão ou angina pectoris

Adultos

Para ambas as indicações a dosagem é 5 mg uma vez ao dia. Caso seja necessário, a dose pode ser aumentada para 10 mg uma vez ao dia.

A dose máxima recomendada é 20 mg uma vez ao dia. 

Em todos os casos a dosagem deve ser ajustada individualmente, em particular de acordo com a frequência cardíaca e o sucesso terapêutico.

Tratamento de insuficiência cardíaca crônica estável

Os pacientes devem estar estáveis (sem insuficiência aguda) quando for iniciado o tratamento com Bisoprolol. Piora transitória da insuficiência cardíaca, hipotensão ou bradicardia podem ocorrer durante o período de titulação e após. 

O tratamento da insuficiência cardíaca crônica estável com o Bisoprolol requer uma fase de titulação.

É recomendado que o médico assistente tenha experiência no tratamento de insuficiência cardíaca crônica.

O tratamento da insuficiência cardíaca crônica estável com Bisoprolol deve ser iniciado com uma titulação gradual, de acordo com as etapas descritas abaixo. 

Durante a fase de titulação, o aumento da dose dependerá da tolerância do paciente à dose que está sendo administrada.

Fase de titulação 

A dose inicial recomendada é 1,25 mg uma vez ao dia. Dependendo da tolerância individual, a dose é gradualmente aumentada para 2,5 mg, 3,75 mg, 5 mg, 7,5 mg e 10 mg uma vez ao dia, de acordo com o esquema de titulação abaixo. O tratamento deve ser mantido com uma dose mais baixa, caso um aumento de dose não seja bem tolerado.

1ª semana: 1,25 mg uma vez ao dia; caso seja bem tolerado aumentar para: 

2ª semana: 2,5 mg uma vez ao dia; caso seja bem tolerado aumentar para:

3ª semana: 3,75 mg uma vez ao dia; caso seja bem tolerado aumentar para: 

4ª a 7ª semana: 5 mg uma vez ao dia; caso seja bem tolerado aumentar para: 

8ª a 11ª semana: 7,5 mg uma vez ao dia; caso bem tolerado aumentar para: 

12ª semana em diante: 10 mg uma vez ao dia, como manutenção do tratamento.

A dose máxima recomendada é de 10 mg uma vez ao dia.

Recomenda-se monitoramento cuidadoso dos sinais vitais (pressão arterial, frequência cardíaca) e de sintomas de agravamento da insuficiência cardíaca durante a fase de titulação.

Modificação do tratamento 

Caso a dose máxima recomendada não seja bem tolerada, a redução gradual da dosagem deve ser considerada. No caso de piora transitória da insuficiência cardíaca, hipotensão ou bradicardia, recomenda-se a reconsideração de dosagem da medicação concomitante.

Também pode ser necessário baixar temporariamente a dose de Bisoprolol, ou considerar sua descontinuação. A reintrodução e/ou retitulação do Bisoprolol deve sempre ser considerada quando o paciente se tornar novamente estável.

Duração do tratamento para todas as indicações 

O tratamento com o Bisoprolol é geralmente de longa duração. 

O tratamento não deve ser interrompido abruptamente, uma vez que isso pode levar a uma piora transitória de condição. 

Especialmente em pacientes com doença cardíaca isquêmica, o tratamento não deve ser descontinuado subitamente. Recomenda-se a redução gradual da dosagem.

Uso em presença de insuficiência renal ou hepática 

Na hipertensão ou angina pectoris 

Normalmente não é necessário efetuar ajuste posológico em pacientes com insuficiência renal ou hepática de grau leve a moderado. 

Em pacientes com insuficiência renal grave (clearance da creatinina < 20 ml/min) e em pacientes com distúrbios graves da função hepática, recomenda-se não exceder uma dose diária de 10 mg de hemifumarato de Bisoprolol. 

A experiência com o uso de Bisoprolol em pacientes em diálise renal é limitada; entretanto, não há evidência de que seja necessário alterar o regime posológico.

Na insuficiência cardíaca crônica estável 

Não há informação a respeito da farmacocinética do Bisoprolol em pacientes com insuficiência cardíaca crônica e insuficiência hepática ou renal. Assim, a titulação das doses deve ser efetuada com cautela adicional nestes casos.

Uso em idosos 

Não é necessário ajuste de dosagem.

Uso pediátrico 

Não há experiência com o uso pediátrico do Bisoprolol; desta forma, o emprego em crianças não pode ser recomendado.

Quando não devo usar o Hemifumarato de Bisoprolol

O Bisoprolol é contraindicado em pacientes com: 

  • Insuficiência cardíaca aguda ou durante episódios de descompensação da insuficiência cardíaca que requeiram terapêutica inotrópica I.V.
  • Choque cardiogênico.
  • Bloqueio atrioventricular de segundo ou terceiro grau (sem marcapasso).
  • Síndrome do nó sinusal.
  • Bloqueio sinoatrial.
  • Bradicardia sintomática.
  • Hipotensão sintomática.
  • Asma brônquica grave.
  • Formas graves de doença arterial obstrutiva periférica ou síndrome de Raynaud.
  • Feocromocitoma não tratado.
  • Acidose metabólica.
  • Hipersensibilidade ao Bisoprolol ou a qualquer dos excipientes.

HEMIFUMARATO DE BISOPROLOL 5,0MG É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS. EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO.

Venda sob prescrição médica. Medicamento Genérico – Lei N.º 9.787/99.

Características do Produto

SKU
22532
EAN
7891721026959
Peso (kg)
0.0199
Quantidade
30 Comprimidos
MarcaMerck
FabricanteMerck
MS
1008903840457
Princípio Ativo NovoHemifumarato de Bisoprolol
Dosagem
5MG

Falta Pouco!

Faça seu login para adicionar os produtos desejados aos favoritos.

Por favor aguarde, carregando...